Rodrigo Bueno: o artista plástico que leva a mata adentro de nós

em Ambiental/Arte/Sustentabilidade por

Rodrigo Bueno é artista plástico. Seu ateliê, Mata Adentro, é um galpão na Lapa, em São Paulo, onde ele faz suas pinturas, instalações, colagens e também encontros. Aliás, encontro é uma palavra muito importante para o vocabulário do artista:

“Construo cenografias, espaços, instalações vivas com plantas e com mata. Tô muito em cima da cosmologia afro-ameríndia. Eu quero criar cada vez mais lugares de encontro onde a criatividade seja o eixo central”. 

Seu trabalho é reconhecido internacionalmente. Mas a mata brasileira que é de fato sua paixão.

O Fusca que virou jardim

Em “Terra Prometida”, obra permanente que está no SESC Interlagos, o artista transforma a carcaça de um Fusca num belo jardim:

Os santos descem à Terra

Em Cura In Natura, Bueno faz o que chama de prece-manifesto-instalação. Os santos deixam os céus e estão próximos da terra,. Com imagens de santos compostas com elementos naturais, o artista ora:

“Oh Francisco que instiga o papo amigo:
Compaixão. Coexistência. Contato. 
Caboclo terapia, onde há saúde de fato? 
Fala com os animais, das matas íntimo. 
Mais verde nessa cidade impura!
Canaliza aqui a Cura! 
Mostra que se morre pra viver. Renascimento de conduta.
Rezam que foi um rico herdeiro que desapegou do material. 
Ficou descalço, abriu mão de vaidades ao abraçar o mundo ideal. 
De um sonho integral: Infinita fonte liberadora incondicional. 


A obra de Bueno é um apelo para que olhemos para a natureza de uma outra forma e para que deixemos a mata adentro de nós.

“Tomara que as futuras gerações tenham mais dignidade, mais lucidez para poder deixar um mundo melhor e que os índios voltem a mandar nesse país (risos)”, complementa o artista.

Jornalista em formação. Fundadora da Ou Seja e blogueira. Meio Lia, meio Lua, prefere flores no cabelo a diamantes no pescoço.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*