Resumo da semana – 27/10/2015 a 06/11/2015

em Notícias por

Hoje é sexta-feira e aqui vai o resumão da semana:

27/10: Enquanto acontece os Jogos Mundiais Indígenas, cerca de 200 indígenas de diversas etnias invadem o estádio dos jogos e interrompem as competições para protestar contra a PEC* 215 que propõe a alteração do processo de demarcação de terras indígenas. Eles também protestam contra Kátia Abreu, atual ministra da agricultura. Confira este álbum.

Não sabe quem é Kátia Abreu? Conheça esta página.

31/10: São Paulo – Grupo #boraplantar leva 45 pessoas a aldeia indígena para plantar árvores em. No caminho, uma paineira centenária é cortada. A equipe Ou Seja fez um vídeo para os Jornalistas Livres a respeito. Assista aqui:

No último dia 31, o mutirão #boraplantar levou cerca de 45 pessoas à aldeia Guarani Kalipety, localizada no distrito de…

Posted by Jornalistas Livres on Terça, 3 de novembro de 2015

 

02/11: Rio de Janeiro – Pedro Paulo, secretário doEduardo Paes (prefeito do Rio de Janeiro), diz em entrevista que agressão à ex-mulher foi um momento de “descontrole”. A página O roubo da pitangueira fez uma ótima análise de como a mídia relatou o assunto. Lembrando que ele é pré-candidato à sucessão na Prefeitura do Rio. Veja a análise da página clicando aqui.

03/11: A campanha #agoraquesãoelas se espalha rapidamente. Colunistas famosos dão espaço para mulheres escreverem em seus lugares. Um vídeo viral sobre a questão feminina com diversos artistas é lançado. Assista aqui: .

04/11: Cunha é alvo de protestos do coletivo Levante Popular da Juventude. Jovens jogam notas de dólares estampadas com a sua face. Participantes fazem vídeo a respeito.

A mídia anuncia o ato como “protesto violento”. Veja:

Cunha:
Diversas vezes na semana, o presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB) foi destaque na imprensa.
Mas quem é ele?

Evangélico, Cunha pertence à bancada evangélica e luta pelos direitos dos cristãos. Cunha é contra à bancada LGBT, aos direitos das mulheres, dos indígenas.

Vários protestos feministas estão acontecendo e vários acontecerão na próxima semana. Saiba mais sobre o #foracunha e o conservadorismo do país.

04/11: Deputados aprovaram o parecer favorável uma PEC (do deputado João Campos do PSDB) que poderá autorizar as igrejas a questionarem regras ou leis junto ao Supremo Tribunal Federal.
Caso seja aprovada pelo plenário da Câmara e depois, no Senado, as igrejas passam a ter direito a vários recursos perante o STF.

*(Proposta de Emenda à Constituição (PEC) é uma atualização, um emendo à Constituição Federal)

05/11: Mariana- MG, Brasil. Romperam duas barragens de resíduos da mineradora Samarco,, deixando o distrito Bento Rodrigues completamente inundado de lama. Prefeitura pede ajuda. Para doações fora do município a Prefeitura de Mariana disponibiliza no momento uma conta bancária no Banco do Brasil através do CNPJ: 18.295.303/001-44, Agência: 2279-9, Conta Corrente: 10.000-5. Todas as doações serão recebidas durante todo o dia no Centro de Convenções Alphonsus Guimaraens, localizado na Rua Av. Getúlio Vargas, s/n, Centro. As informações serão atualizadas ao longo do dia no site da Prefeitura. Saiba mais.

Gostou do resumo da semana?

Para que o projeto continue, precisamos da sua ajuda!

Às vezes a gente recebe tanta informação que não faz sentido. Se houver algo errado, por favor, nos informe. Você pode nos ajudar a continuar fazendo este trabalho. Como?

1 – Partilhando notícias de grandes veículos e colocando uma pequena crítica nos comentários (pode ser positiva ou negativa).

2 – Participando da nossa página Ou Seja.

3 – Escrevendo para o nosso blog. www.ouseja.jor.br

Somos uma equipe pequena que se dispõe a olhar o país por outro ângulo. Sua ajuda, mesmo que mínima, é essencial para continuarmos este trabalho de debater o país pelo viés da esquerda progressista. Se você se identifica com nosso trabalho, não deixe de apontar nossos erros e de participar dos debates. O Brasil é um país continental, fica impossível analisar tudo. Na era da informação, queremos debater de maneira simples, mas ao mesmo tempo com certa profundidade. Para isso, pedimos a sua ajuda.

Participe!

Vamos comunicar para revolucionar.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*