O Pedido de Desculpas

em Comportamento/Psicologia por
      A contrário do que muitos imaginam, o pedido de desculpas não é uma demonstração de arrependimento, mas sim um ato de manipulação. Há quem esteja arrependido e há quem não esteja. A intenção de ambos é fazer a parte afetada negativamente não querer reparação, punição ou as duas coisas juntas, e se comportar como se comportava antes de ser prejudicada.

      Falar chorando, implorar e se humilhar são reforços para esta manipulação. A gente nunca sabe quem está ou não arrependido, mas é normal todos estarem com medo das reparações e punições.

      Conceder perdão é uma declaração de que não haverá punições e que a forma de tratamento, anterior ao prejuízo, será retomada. Conceder perdão é uma declaração de esquecimento, é uma borracha que apaga a memória. Nem todo mundo perdoou de verdade, quando concedeu perdão. Muitos estão fingindo.

      O pedido de desculpas serve como propaganda pessoal. As pessoas acham que pedir desculpas é um comportamento tão legal que transforma seus oradores em quase heróis. “Olhem! Ele está pedindo desculpas! Que lindo!”

      Do mesmo modo que o pedido de desculpas, conceder perdão também serve de propaganda pessoal. “Olhem! Ele perdoou! Que lindo!”

      Pedir desculpas ou conceder perdão por ação que não produziu prejuízo é muito suspeito. É como se a pessoa quisesse se parecer com uma pessoa boa, mas não soubesse como é ser uma pessoa boa.

      Dizem que pedir desculpas e conceder perdão são coisas difíceis, mas existe tanta gente que faz isso tão facilmente e com tanta desenvoltura. É como se não estivessem falando uma com a outra, mas sim com a “plateia” que os assiste.

      Todos nós erramos e seria bom sermos lembrados de que errar é ruim. Todo mundo concorda que punição machuca, mas todos concordamos que é importante. A punição é um reforço negativo para reduzir a incidência de ações ruins.

      Nunca confunda crueldade com autoridade. Autoridade machuca e é respeitada. Crueldade machuca também, mas é temida. Respeito gera amigos. Crueldade gera inimigos. Então, pedir perdão, conceder perdão, exigir reparação e punir são todas atitudes boas nas mãos de pessoas boas.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*