Nervos de aço

em Esportes/Futebol por

“Há pessoas de nervos de aço, sem sangue nas veias e sem coração, mas não sei se passando o que eu passo talvez não lhes venha qualquer reação.” 
 No próximo dia 19, se estivesse vivo, Lupicínio Rodrigues completaria 100 anos, essa pequena passagem de sua música “Nervos de Aço”, se aplica facilmente aos torcedores de algumas equipes, em especial, aos que lutam pelo título e principalmente aos que lutam para não cair, andam sentindo e falando para seus amigos, nessa reta final de campeonato. Podemos confirmar isso com os botafoguenses e coxa brancas. Na coluna passada, tinha comentado sobre esses jogos e eis o drama, no sábado o Coritiba chegou a abrir dois a zero no Corinthians na casa do adversário, virou a primeira etapa vencendo, sinal de esperança à equipe Coxa Branca, mas ai, veio a segunda etapa e, antes mesmo do primeiro minuto, o primeiro gol da equipe paulista. Para dar mais drama à vida do time paranaense, no último lance do jogo aos 49 minutos, o empate da equipe do Parque São Jorge. No domingo, o Cruzeiro começou o jogo contra o Botafogo da maneira que acostumou a destruir os adversários quando o visitam no Mineirão, massacrando, pressionando, forçando o Botafogo a se limitar a tentar marcar e com isso abriu o marcador após a falha de Rodrigo Souto e logo depois, após uma cobrança digna dos grandes cobradores canhotos de nossa história, Egídio ampliou o marcador. Depois disso, o time mineiro tocou a bola, gastando o tempo, enquanto a equipe carioca tentava, mas sem nenhuma objetividade, chegar ao gol, que até conseguiu, contra, mas vale, só que já era tarde demais, no fim o fantasma de mais um rebaixamento continua assombrando o time carioca. Nos demais jogos, destaque para o São Paulo que continua na cola do líder, também para Flamengo e Atlético Mineiro, adversários na copa do Brasil. O time carioca venceu e deu uma boa aliviada da chamada zona da confusão, porém pode ter arrumado mais 3 desfalques para o jogo decisivo com o Atlético-MG, já a equipe mineira perdeu para o time do Atlético- PR, ou seja, na quarta um chega com vantagem e vindo de uma vitória, porém certo de alguns desfalques importantes, o outro com a pressão de virar um marcador contrário e com uma outra pressão, a derrota impossibilitou a entrada da equipe no G-4 embolando ainda mais a tabela com Internacional, Corinthians, Fluminense, Grêmio e pior, próximo de ver o grande rival se tornar bi do brasileirão. É isso meus caros amigos, fim de temporada é como diria o saudoso mestre Lupicínio, é melhor ter nervos de aço.

Texto por Henrique Fernandes


2 Comments

  1. Fazendo minha primeira visita ao site/blog VERO. Blog bastante interessante, assim como os assuntos abordados. Sempre que possível, estarei por aqui conferindo as postagens dos colunistas sobre casa assunto (assumo, principalmente os voltados a esporte em geral e à cultura, pois são meus favoritos), deixando minhas opiniões e tentando contribuir de alguma forma para o crescimento do blog. Desde já, parabéns a todos que participam e contribuem para esse blog, estão de parabéns!!!! Boa noite!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*