Home, Sweet Home

em Resenhas por
(Foto: Reprodução)

O filme “Home” retrata com perfeição o caráter predatório da humanidade. Inconsequente no que diz respeito ao sei próprio lar*, o homem, como bem apontado no filme, tende a se esquecer de como o meio natural e seus recursos são primordiais para sua própria existência.
Com imagens impressionantes, belas e comoventes que demonstram com precisão o efeito do homem sobre a Terra, o filme nos convida a uma reflexão intensa acerca de nossas ações e nosso consumismo exagerado.
Após apontar tantos problemas de caráter urgente, o filme termina nos mostrando que, apesar de nossas ações destruidoras e inconsequentes, ainda existe esperança, visto que a humanidade tende a “acordar” de seu torpor doentio e mudar seus hábitos masoquistas.
Trata-se, infelizmente, de uma esperança pequena, tendo em vista a dimensão de nosso caráter destruidor.
*Referência ao nome em inglês do filme: home = lar

Jornalista em formação. Fundadora da Ou Seja e blogueira. Meio Lia, meio Lua, prefere flores no cabelo a diamantes no pescoço.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*