Educação Formal

em Educação por
      A Lei 9.394 de 1996, em seu artigo 21, afirma que a educação escolar compõe-se de:
      -EDUCAÇÃO BÁSICA (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio)
      -ENSINO SUPERIOR.

      Estou consciente de que posso ter cometido erros neste breve texto.

      “EU” me proponho esta forma de aquisição de educação formal:

      – autodidatismo

        Qualquer um pode se sentar para estudar com o objetivo de conhecer alguma coisa a fundo. Todo estudante de cursos regulares deveria ser autoditada, quando está longe do curso e da orientação dos professores. Em um quadro de pioneirismo,supõe-se a escassez de “pessoas anteriores” para auxílio teórico, que pudessem ser chamadas de professores. Quem inventou a medicina tinha feito curso de medicina?

      – cursos livres (línguas, informática, cabeleireiro, autoescola)

        (conferem certificados informais, equivalentes a declarações)
        São vistos como complementos para empregos, estudos e utilidade pessoal. Não requerem formação anterior.

      – cursos técnicos (eletrônica, mecânica, edificações)

        (conferem certificado)
        (conclui-se com provas e requerem formação básica)
        São regulamentados pelo MEC. Têm forte status e respeito no mercado de trabalho. Há um catálogo nacional de cursos técnicos com milhares de opções para quem deseja ser técnico em alguma coisa.

      – cursos superiores

        (conferem diploma e título)
        (conclui-se com a apresentação de uma monografia)
        Licenciatura prepara professores para o nível infantil, fundamental e médio.
        Bacharelado prepara para as outras atividades. Cada curso de bacharelado tem um Conselho Regional.
        Tecnológico não tem uma definição muito clara, mas parece estar entre o curso técnico e o curso superior em termos de carga-horária.

      – pós-graduações (latu sensu – especializações, strictu senso – mestrado e doutorado)

        a. “Lato Sensu” (em sentido amplo) é especialização, como o MBA, dermatologia, auditoria fiscal, etc.
        – (conclui-se com a apresentação de uma monografia)
        – MBA é um nome fantasia para Gestão Empresarial no Brasil.
        – MBA – Master in Business Administration -Traduzindo “literalmente”: Mestre em administração empresarial.
        – Lato Sensu deve durar no mínimo 360 horas.

        b. “Stricto Sensu” (em sentido estrito) é o mestrado e o doutorado.
        – Mestrado prepara tecnólogos, licenciados, bacharelados para atuarem como professores. (conclui-se com uma dissertação – estudo aprofundado de algum tema)
        – Doutorado prepara pesquisadores. (conclui-se com a defesa de uma tese – estudo que traga algo novo ao saber)
        – PhD é sigla de Philosophy Doctor (doutor da filosofia), ou seja, PhD é simplesmente Doutor ou quem fez doutorado.
        – Stricto Sensu (mestrado) deve durar no mínimo 18meses.
        – Stricto Sensu (doutorado) deve durar no mínimo 24meses.

      Obs.: O sentido dos dicionários para doutor inclui qualquer um que tenha concluído qualquer curso superior ou seja muito importante. Não é uma palavra exclusiva para quem fez doutorado. Advogados, médicos, dentistas e veterinários podem ser chamados de doutores INCLUSIVE e não exclusivamente.

      Qualquer aprendizado pode ser usado como base para trabalho lucrativo, inclusive capinar terreno e cortar cabelos. Enquanto houver alguém disposto a pagar para outro fazer e quem esteja disposto a receber para fazer, haverá trabalho “DIGNO”. (Renato Anjo – 2016)

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*