Dedo de Prosa – DÁ-LHE PÃO DE QUEIJO

em Esportes/Futebol por

Como tinha dito anteriormente, os jogos que apontariam os finalistas da Copa do Brasil, seriam eletrizantes. Foi mais do que isso, os jogos do Mineirão e da Vila, deixaram torcedores, não apenas dos quatro times envolvidos, mas todos os amantes do futebol, em estado de êxtase. Começarei falando do mais novo episódio épico da história do Atlético Mineiro. Que a missão era muito difícil, todos sabiam, que o adversário gostava do jogo que o Atlético iria propor também se sabia, e isso ocorreu no primeiro tempo, em alguns raros momentos o Flamengo chegou a dominar o setor de meio de campo, atrapalhando as ações do Atlético, que não conseguia articular sua jogada, o Flamengo até abriu o placar, naquela que todos sabem é sua principal jogada, contra-ataque em velocidade com Everton. E o gol de empate do Atlético mostrava a primeira das inúmeras falhas do Flamengo, Léo substituto de Léo Moura, mostrava-se inseguro, e um lance aparentemente controlado surgiu o gol de empate do Atlético. Agora peço licença para não falar de opiniões táticas e falar sobre duas frases que sempre ouvi no futebol e que se aplica muito que foi o segundo tempo de ontem. “quem tem medo de perder, perde a vontade de ganhar” e “ a bola pune” É isso mesmo, que o Atlético partiria com tudo para cima do Flamengo até o papa sabia, o que não dá para entender é a atitude covarde do treinador e do time do Flamengo que abriram mão de jogar e se deixaram a mercê dos ataques mineiros, outra coisa jogo decisivo não é lugar de toque de calcanhar no meio de campo, (lance que deu inicio a jogada do gol da virada do Atlético) e muito menos não é permitido colocar jogadores frios e sem um pingo de condições de atuar em jogo tão eletrizante como o de ontem. Futebol é algo sagrado e os Deuses do futebol não permitem “medo” ali, no campo, no templo sagrado, só guerreiros são recompensados com as glórias da história. Os que se limitam a esperar, sem atitudes, o que a bola fará e o que ela faz???? A resposta…. ELA PUNE!!!! Parabéns Galo mineiro merecedor das glórias da vitória, ao Flamengo resta agora tentar juntar os cascos, terminar bem esse ano com uma colocação menos vexatória. No jogo da Vila, as equipes se entregaram de corpo e alma ao jogo, o Santos até conseguiria a classificação, o Cruzeiro cansado de uma temporada desgastante já parecia entregue, mas surge então a figura de um elenco cheio de figuras decisivas, no caso de ontem , Willian, duas costelas fraturadas dois gols decisivos, o Santos tentou , foi bravo, não se absteve do jogo e foi eliminado de forma honrosa, logo merece sim a glória daqueles que lutam mais que são derrotados e não perdedores. Teremos dois jogos para lá de emocionantes, não está em jogo apenas amigos e amigas o título de campeão da Copa do Brasil e consequentemente uma vaga na Libertadores, estará em disputa um algo há mais, assim como em 2006, quando a final foi disputada entre Vasco e Flamengo, assistiremos não somente um jogo mais um encontro épico de duas equipes que sabem que estão há um passo do Olímpio futebolístico ou de anos de zoações e brincadeiras dos amigos “ adversários”. E com isso o nosso futebol agradece, Minas agradece e se consolida como a capital brasileira do futebol atual. É isso meus amigos e amigas, começa quarta que vem e a decisiva dia 26 de novembro. O embate da década. Presente dos deuses do futebol para nós, meros mortais que felizes somos de presenciar a história sendo construída sob nossos olhos. 

ENQUANTO ISSO NO MUNDO ANIMAL…
O Galo destruiu o Gavião, depois depenou o Urubu, do outro lado à Raposa vem destroçando todos e até o Peixe, agora o Galo vingador e a poderosa Fox, se enfrentaram para saber que é manda no reino futebolístico, quero dizer animal.

Texto por Henrique Fernandes 

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*