Comunicar pra revolucionar

Category archive

Sem categoria

Avalanche: o desenvolvimento do cinema alagoano.

Arte/Cinema/Cultura/Sem categoria por

O cinema alagoano tem crescido significativamente na ultima década. O curta-metragem Avalanche de Leandro Alves é um exemplo nítido desse crescimento. É importante destacar que, quando se fala em crescimento não se fala apenas do aumento de produção audiovisual, mas também do reconhecimento e valorização da cultura alagoana que também é composta pela Sétima Arte. Avalanche é uma produção cinematográfica puramente nordestina, sobretudo Alagoana; no roteiro, na produção, no local de realização, em tudo. Ocupando nesse sentindo, espaço fundamental no processo histórico de desenvolvimento do cinema alagoano, que ao assumir seu caráter regional dá visibilidade e empodera um povo que…

Leia Mais

As Crônicas de Solin- parte III

Sem categoria por

Por Erickson Oliveira Quando um pesadelo vira um sonho ruim, quando a vida não passa de um sonho ruim Noite passada acordei do mesmo pesadelo Não consegui mais dormir “Quem eu era? Quem eu sou? Eu deveria me perseguir?” Fui a um velho orfanato Maldita casa de palhaços Estava abandonado… As traças e aos piolhos… As plantas parasitavam com suas guelras cintilantes Era belíssimo De tão belo, me doía Por que eu odiava tanto aquele lugar…? Algum segredo que eu não deveria descobrir…? Algum motivo que me faria querer deixar de existir…? Um corredor soou-me familiar… Ao seu fim, uma…

Leia Mais

Não vemos mais a morte

Sem categoria por

Todos os animais, que outrora teríamos que matar para poder ingerir os nutrientes previamente processados de seus corpos, já que nunca pudemos ingerir in natura do solo e sempre nos faltou conhecimento para ingerir apenas na forma de vegetais, atualmente são mortos por outras pessoas ou por máquinas para nos atender. Um açougueiro pode abater 30 frangos por dia. Digamos então que seria 1 pessoa em contato com a morte e 90 pessoas sem, já que ninguém come um frango inteiro sozinho por dia. A vida convivendo com a produção em larga escala arrancou o contato com a morte da…

Leia Mais

Feira Cultural ProBrasil traz artesanatos, fotografias, música, dança e circo em um evento voltado para levar um mundo de sonhos à comunidade de Parelheiros.

Arte/Cultura/Eventos/Sem categoria por

A Associação ProBrasil é uma organização sem fins lucrativos, que objetiva criar e apoiar programas fundamentais para o desenvolvimento humano e social das famílias. Assim, implementa diversos projetos sociais na região de Parelheiros, localizada no extremo sul do município de São Paulo, atendendo a população que vive em condições de alta vulnerabilidade social, oferecendo aos moradores dessa comunidade atividades sócio educativas e  culturais. Nesse sentido com objetivo de promover a inclusão social e cultural, e voltar os olhares da população para a cultura local, realizou no sábado dia 05 de dezembro de 2015 a sua primeira Feira Cultural, apresentado diversos…

Leia Mais

Por dentro do jogo: The Elder Scrolls Online (ESO)

Games/Geek/Sem categoria por

Neste artigo vamos descrever um pouco de um dos mais esperados MMORPGs dos últimos tempos desde seu lançamento em abril de 2014. Eu digo isso, pois a espera não foi pelo lançamento em si, mas sim pelo dia em que decidiram abolir a cobrança mensal. Hoje, ESO não é mais pago mensalmente, embora exista essa opção (em troca de uma "mesada" de moedas especiais), você pode comprá-lo num “one time fee”, pagar uma só vez, e pronto, jogar à vontade. Vamos analisar vários aspectos do jogo, inclusive sobre conteúdo pago e o magnífico sistema PVP adiante. O que tem para…

Leia Mais

“Leva pra casa”

Direitos Humanos/Sem categoria por

Quando eu tinha 17 anos, resolvi que iria levar uma criança de rua para morar lá em casa. Eu ficava muito triste sempre que passava pela rodoviária do Plano Piloto e encontrava crianças dormindo no chão. Acordei e falei: “Mãe, você me deixa trazer uma criança para morar aqui em casa?” Ela disse um sim automático como quem não ouviu direito ou não acreditou que aquilo poderia ser verdade. Fui para aula. Depois da escola, passei na rodoviária e a primeira criança que passou na minha frente eu perguntei: “Quer ir lá pra casa?” Ele disse que sim. Pegamos o…

Leia Mais

“O poder não emana do povo, ele emana de Deus”, diz deputado do PSOL

Sem categoria por

“Todo o poder não emana do povo, o poder emana de Deus, que exerce de forma direta e também através do povo. Desta forma nós vamos nos tornar uma grande potência, Deus está no controle de todas as coisas e todos os joelhos se dobram a Jesus.” Não foi um membro da bancada Evangélica, foi um Deputado do PSOL. Benevenuto Daciolo Fonseca, 38, ou Cabo Daciolo, acusado de ser uma das lideranças de uma greve dos bombeiros em 2011, havia dito que sua eleição foi um milagre, uma vez que não obteve nenhum apoio de seu próprio partido em RJ…

Leia Mais

Os gatinhos de Katia Goa

Sem categoria por

Katia Goa pinta desde os cinco anos de idade. Ela nasceu na Rússia, mas hoje mora na Califórnia. Formou-se em  Artes em gravura e ilustração da Universidade Art Volgograd , na Rússia em 2001. Trabalha como designer gráfico e diretora de arte. Minha família me incentivou durante todo o percurso, e eu continuo a colocar minhas visões em pintura sobre tela. Apoio dos entes queridos, sendo cercado por artistas, viagens pelo mundo e educação artística têm me fez ser quem eu sou … Estou fascinada com o meu trabalho. Pintura me traz paz e felicidade. Cada peça tem uma história…

Leia Mais

Vinte e cinco centavos

Crônicas/Literatura/Sem categoria por

  Como ajudar em uma situação dessas? Um fato recente me deixou pensativa. Estávamos eu e minha mãe em uma loja de R$ 1,99. Enquanto pagávamos o rodinho de pia e uma pasta de plástico, me dei conta de que uma garotinha malvestida, com aproximadamente 7 anos, e um garotinho um pouco mais novo haviam entrado na loja. Enquanto esperávamos, a garotinha aparecia de momento em momento com um produto diferente em mãos, perguntando o preço. Desde balas de iogurte até salgadinhos de torresmos. O preço não saía dos dois reais e a garotinha esbugalhava os olhos ao ouvi-los. Observando aquilo…

Leia Mais

Login

Registrar | Perdeu sua senha?
Vá para o INÍCIO