Comunicar pra revolucionar

Category archive

Direitos Humanos

Cartoon Network acrescenta uma superpoderosa negra e recebe comentários racistas

Direitos Humanos/Preconceitos/Racismo por

Cartoon Network, canal pago de desenhos infantis, acaba de acrescentar uma personagem nova no conhecido desenho Meninas Superpoderosas. A personagem se chama Blisstina, também conhecida como Bliss. Isso gerou comentários racistas na página. O motivo? A personagem é negra. Para celebrar a chegada da nova personagem, a marca criou uma estampa de camisa e colocou uma menina negra para estrelar o evento. Haters ficaram indignados com o fato de acrescentarem uma menina negra à série. Os comentários mais curtidos são todos de pessoas raivosas.   “Vocês não podem estar falando sério, a Bliss é pansexual e feminista também? Eu não…

Leia Mais

Um olhar feminista sobre o candomblé.

Cultura/Feminismo/Religião por

Pensar uma ótica feminista sobre o culto aos Orixás, não significa dizer que o Candomblé é uma tradição religiosa pautada pela perspectiva revolucionária da ausência do patriarcado. O candomblé é uma reorganização do culto às divindades africanas aqui no Brasil, ou seja, embora sendo essencialmente de natureza africana, é ainda, reorganizado dentro de uma estrutura que se fundou sob os pilares europeus, logo, sofrendo a influencia do patriarcado europeu e cristão que aqui se consolida, em contrapartida, uma tradição construída por mulheres e que, o feminino ocupa grande lugar de destaque na prática e na mitologia. Em África também há…

Leia Mais

Precisamos falar sobre suicídio

Hoje à tarde recebi a notícia estarrecedora de que mais uma de nós havia partido. Carolina Gomes tinha 26 anos e era mais uma dentre as milhares de jovens mulheres brasileiras que lutam contra a depressão. Para quem acompanhou o caso divulgado publicamente nas redes sociais, pôde perceber o tom sórdido vindo das declarações da própria família da vítima. Em sua mensagem de despedida, Carolina dirige-se à mãe, a quem alega tê-la incentivado a tomar mais de cem comprimidos em tentativas anteriores. Vasculhando o histórico de Carolina e as alegações da própria família sobre o comportamento da jovem, percebe-se um indício alarmante que havia sido até então…

Leia Mais

Definições de pós-modernidade e pós-modernismo

As definições de pós-modernismo, da esquerda de 1980 e dos conservadores influenciando a esquerda atual.

Leia Mais

Trindade resiste: a luta dos trindadeiros contra a especulação imobiliária

Você já foi à Trindade?  Localizada entre as cidades de Paraty, no Estado do Rio, e Ubatuba, no Estado de São Paulo, a antiga vila é habitada por caiçaras e visitada por milhares de turistas durante as altas temporadas. Conta com belas praias e uma grande piscina natural de água salgada. Cercada por praias paradisíacas, trilhas com paisagens exuberantes e produções turísticas, deslumbra qualquer visitante. A população local, porém, pagou um preço alto na luta para manter suas terras contra os interesses de empreiteiras, que por todas as vias buscam tomar as terras de famílias que vivem lá há gerações. No dia 2 de…

Leia Mais

PARA ENTENDER A SITUAÇÃO DA MULHER ENCARCERADA

Direitos Humanos por

  Pouco se fala a respeito da situação das mulheres presas no Brasil. Invisíveis enquanto mulheres no nosso sistema carcerário, a maioria das mulheres sofre com a falta de assistência de um Estado omisso e com o abandono de seu núcleo familiar. O crescente aumento do número de mulheres presas no Brasil assusta, segundo dados da Pastoral Carcerária, de 2000 a 2014, enquanto o número de presidiários do gênero masculino aumentou 220%, o número de mulheres encarceradas foi de 567%. Se por um lado o sistema penitenciário se apresenta falho no que tange a atender as condições básicas de higiene,…

Leia Mais

Jurema Sagrada: da cultura popular às Universidades.

Cultura/Notícias/Religião por

  No ultimo mês Julho de 2016, o Mestre Juremeiro, Babalorixá e Mestre de Cultura Popular Pai Alex de Xangô, compôs a banca de estudiosos da Universidade Federal de Alagoas para analisar o TCC em psicologia, da estudante Izabella Barbosa, intitulado “Firmei Meu Ponto: Possíveis Análises do Culto da Jurema Sagrada a Partir da Memória Cantada”. A participação do Mestre Juremeiro, Babalorixá e Mestre de Cultura Popular Pai Alex de Xangô, evidencia os avanços conquistados com muita luta ao longo da história pela população afro-indígena nas Alagoas. Não é prática comum as Universidades abrirem suas portas para receber as populações…

Leia Mais

As guerreiras cor de rosa

Para quem acha que uma única cor sintetiza o que é ser mulher, não sabe ainda como é possível perverter o status quo!   Índia Um país cuja extensão territorial é menos da metade do Brasil, mas que abriga nada menos do que 1,252 bilhões de pessoas, quase dezessete vezes o numero de brasileiros! Visualize: a densidade demográfica do Brasil é de 23,8 habitantes por km quadrado, na índia é 395,40 hab/km². Sabe-se que a violência contra as mulheres é comum no mundo todo, mas na Índia, os índices estão acima da média mundial. São comuns a tradição ilegal dos…

Leia Mais

Por Todas Elas: mulheres em Arapiraca protestam pelo fim da cultura do estupro.

No ultimo dia 04/06/2016, um grupo de mulheres na cidade de Arapiraca, agreste alagoano, foi às ruas reivindicar o fim da cultura do estupro e pedir justiça sobre o caso da adolescente que foi estuprada por 33 homens no Rio de Janeiro. O ato Por Todas Elas-Arapiraca, tomou às ruas da cidade com brilhantismo e coragem mesmo diante dos assédios e intolerância por parte de homens que circulavam pelas ruas, deixando inequívoco, o quanto o patriarcado quer silenciar a voz feminina e perpetuar a cultura de violência e dominação sobre as mulheres. Em Novembro de 2015, mulheres se organizaram nessa…

Leia Mais

Mulheres articulam protesto contra cultura do estupro no Agreste alagoano.

No Brasil, a cada 11 minutos, uma mulher é vítima de estupro de acordo com os dados do 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Recentemente, lidamos com o caso de uma jovem de 16 anos que foi estuprada coletivamente por trinta homens no Rio de Janeiro.Não obstante, os casos de estupro e violência contra a mulher não se resumem a acontecimentos como este, onde expressam a mais bruta e explicita violência. A violência contra a mulher se manifesta de várias formas e a isso chamamos de “cultura do estupro” Há semanas, milhares de mulheres protestaram em diversas cidades contra a…

Leia Mais

1 2 3 6

Login

Registrar | Perdeu sua senha?
Vá para o INÍCIO