Comunicar pra revolucionar

Author

Lilia Ferreira

Lilia Ferreira has 13 articles published.

Um olhar feminista sobre o candomblé.

em Cultura/Feminismo/Religião por

Pensar uma ótica feminista sobre o culto aos Orixás, não significa dizer que o Candomblé é uma tradição religiosa pautada pela perspectiva revolucionária da ausência do patriarcado. O candomblé é uma reorganização do culto às divindades africanas aqui no Brasil, ou seja, embora sendo essencialmente de natureza africana, é ainda, reorganizado dentro de uma estrutura que se fundou sob os pilares europeus, logo, sofrendo a influencia do patriarcado europeu e cristão que aqui se consolida, em contrapartida, uma tradição construída por mulheres e que, o feminino ocupa grande lugar de destaque na prática e na mitologia. Em África também há…

Leia Mais

Quando Lúcifer me amou.

em Arte/Literatura por

  Quando Lúcifer me amou. Por Lilia Ferreira   Um aracnídeo negro e venenoso. Fita-me maliciosamente Posso sentir sua respiração. Desespero-me Está próximo e pronto para tocar-me Sentiu minha fragilidade. Corpo e espírito  Fracos No auge de meus sentimentos melancólicos  A criatura asquerosa tocou-me Beijou-me. E eu a beijei Ventania gelada sopra entre minhas coxas A fuga me vem à cabeça. Afasta-te criatura tenebrosa! Depois de despir meu corpo e tocar minha alma A besta se foi. Deixando-me angústia e dor Não fui possuída A criatura tocou-me delicadamente Beijou-me os lábios, tocou-me os seios Despiu minhas vestes e soprou entre…

Leia Mais

Avalanche: o desenvolvimento do cinema alagoano.

em Arte/Cinema/Cultura/Sem categoria por

O cinema alagoano tem crescido significativamente na ultima década. O curta-metragem Avalanche de Leandro Alves é um exemplo nítido desse crescimento. É importante destacar que, quando se fala em crescimento não se fala apenas do aumento de produção audiovisual, mas também do reconhecimento e valorização da cultura alagoana que também é composta pela Sétima Arte. Avalanche é uma produção cinematográfica puramente nordestina, sobretudo Alagoana; no roteiro, na produção, no local de realização, em tudo. Ocupando nesse sentindo, espaço fundamental no processo histórico de desenvolvimento do cinema alagoano, que ao assumir seu caráter regional dá visibilidade e empodera um povo que…

Leia Mais

As Crônicas de Solin- parte III

em Sem categoria por

Por Erickson Oliveira Quando um pesadelo vira um sonho ruim, quando a vida não passa de um sonho ruim Noite passada acordei do mesmo pesadelo Não consegui mais dormir “Quem eu era? Quem eu sou? Eu deveria me perseguir?” Fui a um velho orfanato Maldita casa de palhaços Estava abandonado… As traças e aos piolhos… As plantas parasitavam com suas guelras cintilantes Era belíssimo De tão belo, me doía Por que eu odiava tanto aquele lugar…? Algum segredo que eu não deveria descobrir…? Algum motivo que me faria querer deixar de existir…? Um corredor soou-me familiar… Ao seu fim, uma…

Leia Mais

Jurema Sagrada: da cultura popular às Universidades.

em Cultura/Notícias/Religião por

  No ultimo mês Julho de 2016, o Mestre Juremeiro, Babalorixá e Mestre de Cultura Popular Pai Alex de Xangô, compôs a banca de estudiosos da Universidade Federal de Alagoas para analisar o TCC em psicologia, da estudante Izabella Barbosa, intitulado “Firmei Meu Ponto: Possíveis Análises do Culto da Jurema Sagrada a Partir da Memória Cantada”. A participação do Mestre Juremeiro, Babalorixá e Mestre de Cultura Popular Pai Alex de Xangô, evidencia os avanços conquistados com muita luta ao longo da história pela população afro-indígena nas Alagoas. Não é prática comum as Universidades abrirem suas portas para receber as populações…

Leia Mais

Por Todas Elas: mulheres em Arapiraca protestam pelo fim da cultura do estupro.

em Direitos Humanos/Feminismo/Notícias por

No ultimo dia 04/06/2016, um grupo de mulheres na cidade de Arapiraca, agreste alagoano, foi às ruas reivindicar o fim da cultura do estupro e pedir justiça sobre o caso da adolescente que foi estuprada por 33 homens no Rio de Janeiro. O ato Por Todas Elas-Arapiraca, tomou às ruas da cidade com brilhantismo e coragem mesmo diante dos assédios e intolerância por parte de homens que circulavam pelas ruas, deixando inequívoco, o quanto o patriarcado quer silenciar a voz feminina e perpetuar a cultura de violência e dominação sobre as mulheres. Em Novembro de 2015, mulheres se organizaram nessa…

Leia Mais

Mulheres articulam protesto contra cultura do estupro no Agreste alagoano.

em Acessibilidade/Feminismo/Notícias por

No Brasil, a cada 11 minutos, uma mulher é vítima de estupro de acordo com os dados do 9º Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Recentemente, lidamos com o caso de uma jovem de 16 anos que foi estuprada coletivamente por trinta homens no Rio de Janeiro.Não obstante, os casos de estupro e violência contra a mulher não se resumem a acontecimentos como este, onde expressam a mais bruta e explicita violência. A violência contra a mulher se manifesta de várias formas e a isso chamamos de “cultura do estupro” Há semanas, milhares de mulheres protestaram em diversas cidades contra a…

Leia Mais

As Crônicas de Solin (parte II)

em Arte/Crônicas/Literatura por

Por Erickson Oliveira Memórias que se recordam em pesadelos são as que nos fazem esquecer (o que somos) Depois de todos aqueles anos Sobrou-me apenas esquecer Para viver eu deveria esquecer Para esquecer eu deveria viver Todos aqueles anos Todo aquele ódio Toda aquela dor Foram se diluindo em pequenas porções de alegria Que eu encontrava em meus pequenos sonhos Mal escritos, mal vistos, nunca realizados Depois de todos aqueles anos Meu seio esquerdo, negro e impuro Parecia igual ao direito – ao olhar no espelho Mas eu sabia Eu sabia… Que os fantasmas ainda me perseguiriam Que as assombrações…

Leia Mais

Reencontro dos que nunca se viram

em Arte/Literatura por

Por Erickson Oliveira Reencontro dos que nunca se viram A solidão, megera do ópio do conformismo, Sempre me disse: meu manto lhe cai bem, garoto! E eu nunca discordei Meu coração, tragado por tantos eufemismos E sonhos infantis – cansado de tantos cobertores, Também nunca discordou Quem sabe – algum dia! – fosse o acaso ao caos entregue e perdido No tempo que outrora se fizera caprichosa A esquentar novamente minhas entranhas E fazer crescer aquele aperto no peito Porém, mitigado pela fome de suplício, apenas me entreguei A concubina do destino no vale das pernas que andam tortas E…

Leia Mais

As Crônicas de Solin (parte I)

em Arte/Crônicas/Literatura por

Por Erickson Oliveira Ao sol poente nasce mais uma estrela, morre mais um cometa Fui concebido nas sombras desse mundo Afogado em fogo, carbono e enxofre Mergulhado no sangue do estupro Vindo do pior pecado capital Foi da pureza virgem e imaculada Que minha progenitora sucumbiu ao terror E ao medo – jazia em si um único desejo Morrer e levar consigo seu último anseio Não aceitavas o fim que lhe coubera a vida Impura acordou naquele dia De um pesadelo o qual não poderia suportar Tantas e tantas vezes senti em seu ventre Seu desespero, Seu desprezo Por minha…

Leia Mais

Login

Registrar | Perdeu sua senha?
Vá para o INÍCIO