Abigail Breslin, atriz de Pequena Miss Sunshine, posa de topless e causa polêmica nos EUA

em Celebridades por
Abigail Breslin (Foto: Reprodução/Tyler Shields)
Com um pirulito vermelho entre os lábios, olhos marcantes e apenas segurando uma toalha, a atriz Abigail Breslin, conhecida por seu papel em Sinais e Pequena Miss Sunshine, causou polêmica nos EUA ao posar pelo controverso diretor e fotógrafo de Hollywood, Tyler Shields. “É preocupante porque ela só tem 17. Nós agora vivemos em um mundo onde as meninas são sexualizados em idades cada vez mais jovens”, ponderou o sociólogo de Harvard, Dr. Hilary Levey Friedman, ao  Fox411. Opiniões parecidas pipocaram na rede e trouxeram novamente o debate da sexualidade adolescente à tona. “Espera-se, infelizmente, que as estrelas crianças do sexo feminino de hoje façam algo assim para mostrar sua maturidade e feminilidade”, afirmou o terapeuta Dr. Nancy Irwin, de Los Angeles. 
Talvez algumas pessoas ainda estejam apegadas ao semblante infantil de Abigail Breslin e se esqueçam como é crescer. As redes sociais estão lotadas de jovens que posam seminuas no espelho do banheiro. Algumas fotos geram certa repercussão, outras são vistas apenas como um ato de mal gosto, especialmente quando as adolescentes fazem aquele famoso biquinho. Mas a questão de gostar ou não particularmente de alguma foto juvenil não significa que devemos censurá-las ao proibi-las. Faz parte do crescimento, da descoberta pessoal e da construção da autoestima. Posar sensualmente e experimentar uma nova percepção de si mesma novo, esquecendo-se  dos véus da infância, também é crescer.
Infelizmente, o que é natural pode se transformar em algo polêmico quando se trata de uma jovem atriz em evidência. Abigail Breslin apenas fez um ensaio sensual. As tentativas de slut-shaming, contudo, continuam visíveis. Enquanto alguns dizem que as meninas fazem isso para os rapazes ou para se autoafirmarem, a eterna Miss Sunshine falou com maturidade sobre o assunto para a E! News:
“Tyler é um dos meus bons amigos. Ele é como um irmão para mim. Eu o amo. Fiz  um filme com ele no ano passado e ele é um grande cara e é sempre a  maior diversão filmar com ele. Eu sempre tenho bons momentos”.
Ela ainda revelou que “amou”as fotos. “Eu não tomo  decisões conscientes para provar ao mundo que eu estou crescida. Acho que as pessoas veem o meu trabalho e veem o que eu faço e veem que eu estou crescida. Mas sim, eu tenho quase 18. Cada manchete nos últimos três anos tem sido ‘Abigail Breslin toda crescida’, então eu é um tipo de crescimento. Eu quero tentar coisas diferentes, mas é tudo para diversão.”
Talvez haja mais maldade nos adultos que prezam a falsa moral e a castidade que naquelas meninas que gostam de experimentar. Abigail não é modelo, mas a profissão não é vergonhosa. Tenho vergonha é desses doutores cheios de pudores e regras, que fingem desconhecer o processo de crescimento e negam o sexo feminino. Afirmar que mulheres fazem isso para se mostrarem aos homens é o mesmo que negar a sensualidade natural feminina. Enquanto demonizarmos a sensualidade e o sexo, seremos eternos escravos das nossas paixões. 

“Eu acabei de sair com minha família e amigos, todo mundo na minha vida que me mantém com os pés no chão. Quando não estou filmando, eu vou para casa e sair com meus amigos, passear com meu cachorro e fazer coisas normais”, ela contou ao Fox News algumas semanas atrás.
Talvez algum dia também vejam a sexualidade feminina como algo normal, Abigail.

Jornalista em formação. Fundadora da Ou Seja e blogueira. Meio Lia, meio Lua, prefere flores no cabelo a diamantes no pescoço.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*