A Academia do Gamer

em Games/Geek por
 Eu não curto academia. Pra falar a verdade eu não suporto aquele clima de academia. Música alta, aparelhos barulhentos, alguns obrigando você a ficar em posições desconfortáveis e até mesmo, como eu diria “sedutoras”, além da conversa atravessada. Não fica apenas nisso. Assim que começo a esteira, sou invadida por um tédio tão fulminante, que não se permite aliviar num sofá.  Esta é uma academia.
Hoje em dia temos a necessidade de combater o sedentarismo. Se você joga videogame, fica muito tempo sentado em seu hobby, sabe do que eu estou falando. Pra quem é mais reservado, existe um trabalho dobrado pra começar a se exercitar. Não é simplesmente se deslocar até a academia, mas passar por todo o processo com mais tédio que uma pessoa “normal” pode sentir. É provável que se você tentar alguma vez, em breve acabe desistindo e enterrando a experiência no passado. Mas não fique triste, afinal de contas você gosta de videogames e eu acho que podemos deixar no passado a ideia de que jogar é 100% sedentário.
Pensando em alternativas pra me exercitar, encontrei dois jogos distintos que mudaram bastante minha forma de utilizar meus videogames. O primeiro deles é o Wii Fit, pertencente à Nintendo inicialmente criado para o Nintendo Wii, e agora com a versão mais nova Wii Fit U para Wii U.
Pra quem não sabe o que é primeiramente, se trata de um jogo que utiliza uma balança própria pra se jogar. O objetivo dele é basicamente perder peso, tonificar músculos, trabalhar equilíbrio… malhar. A balança tem capacidade de medir além do peso, e equilíbrio do corpo.
Você conta com um conjunto de mini games divididos por categorias como: yoga, força, aeróbica, dança, equilíbrio etc.
Dá pra emagrecer com isso? É o que todo mundo pergunta. Eu devolvo a pergunta: Dá pra emagrecer fazendo academia? Caminhando? Comendo menos? Dá, não é? Só depende de quanto você se dedica a isso. Acontece que pra mim no momento tem sido o ideal, porque como eu disse no início, eu não curto muito o clima de academia. É muito mais interessante, você ter uma pontuação no final de cada exercício, aquele “score” que dá pra comparar com outro familiar, criando uma disputa super gostosa de quem se aprimora dia após dia jogando e exercitando.
Seus músculos vão estar torneados depois de um tempo, vão doer no dia seguinte, e você vai acompanhar os dados dia após dia.
Just Dance
O Just Dance 2014 é meu complemento ao Wii Fit. Se trata de um jogo da Ubisoft para várias plataformas onde você precisa imitar a coreografia do dançarino com músicas famosas. À primeira vista, ele parece desinteressante, mas é uma experiência inexplicável, a não ser que você experimente. Fiz amigos meus que odeiam dançar, caírem na dança. Pagar mico? Você faz isso com gosto sem se preocupar, e talvez seja este mesmo fator que faz de Just Dance uma receita de sucesso.
Este jogo cansa, e cansa muito. Se você é do tipo sedentário, vai ficar muito cansado depois de uma música apenas e precisará recuperar o fôlego para aguentar a segunda. Você começa a ficar bom em determinada música depois de um tempo, e elas são divididas por dificuldade. Logo você decora a coreografia e consegue pagar um mico bem mais arrumadinho.
O nível de exaustão de Just Dance, pode ser o mesmo de correr o tempo da música  na esteira. Você aí despreparado, vai sair bufando e impressionado com o suor. Mas este é exatamente o resultado que a gente estava buscando, lembra?
Sabe qual a vantagem dele em cima de uma aula de “Zumba” na academia? Faço aqui na minha sala com a roupa que quiser, tanto Just Dance quanto Wii Fit, com o ar condicionado ligado, no conforto da minha casa e me divirto quebrando recordes. Jogando.
O que eu percebi com tudo isso, é que se você quiser de verdade, pode tornar atividades físicas menos chatas e interessantes, sem simplesmente deixar de fazê-las. Esse tipo de entretenimento novo é importante para a visão muita gente ainda tem distorcida sobre o videogame. Acrescenta uma utilidade a mais para o aparelho. Você pode até ser daquele tipo jogador “hardcore” e torcer o nariz pra isso, mas não dá pra negar que soa bem mais divertido do que ir a uma academia, voltar pra casa suado ao invés de sair da sua sala direto pro chuveiro depois de uma hora divertida e produtiva de malhação-solitária.
imagens-Getty e divulgação

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*